Taizé

 

O sucessor do irmão Roger, fundador desta comunidade ecumênica surgida em Borgonha, confiou seus sentimentos a um artigo publicado na primeira página da edição em italiano de «L’Osservatore Romano». «Em Taizé, nossos corações se alegraram quando soubemos que o Santo Padre apresentou à reflexão dos cardeais a questão do ecumenismo», reconhece. «Ao acolher tantos jovens, sabemos que muitos deles já não compreendem o sentido das divisões confessionais herdadas do passado. Se não tomamos consciência disto, corremos o risco de não poder acompanhá-los até os mananciais da confiança da fé», afirma o prior. «Como é possível ser testemunhas do Deus de amor e deixar perdurar nossas divisões?», pergunta. «A reconciliação não é uma das muitas dimensões do Evangelho, é sua síntese», adverte. Citando a intervenção do cardeal Walter Kasper, presidente do Conselho Pontifício para a Unidade dos Cristãos, o irmão Alois explica que o caminho para a unidade dos cristãos «não é só um intercâmbio de idéias, mas de dons». «Este ecumenismo de intercâmbio não é um empobrecimento, mas um enriquecimento recíproco», recorda o irmão Alois.

 Zenit

0 Responses to “Taizé”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Categorias

Blog Stats

  • 9,098 hits

Flickr Photos

Puffy

sunset at the sea

Mount Fuji at Dawn

Mais fotos

%d bloggers like this: